Webconferência debate coesão territorial

Formalmente incluída no Tratado de Lisboa, a coesão territorial é ainda um conceito político mal compreendido e um objetivo difícil de atingir a nível nacional. A coesão territorial requer uma metodologia que possa avaliar as necessidades de um determinado território, para que seja um instrumento útil.

Neste contexto, uma ‘webconferência’ organizada pelo Instituto Universitário de Lisboa e pela Comissão Europeia, a 28 de abril pelas 08H30 [hora dos Açores], pretende debater o contributo da Política de Coesão da União Europeia pós-2020 para apoiar as necessidades da coesão territorial em todo o território europeu, e no território português, em particular. Paralelamente, tendo em vista a recente aprovação (dezembro de 2020) da nova Agenda Territorial (2030), o evento abordará também como a estratégia proposta pode contribuir para inverter as tendências atuais de exclusão territorial e impulsionar a coesão territorial a nível nacional. Por último, o evento será complementado com o debate sobre o papel das regiões da UE no apoio às políticas de coesão territorial.

Para tal, o evento contará com vários oradores, começando pela Comissária Europeia responsável pela Política de Coesão (Elisa Ferreira), que irá debater a estratégia da Política de Coesão da UE para as tendências da Coesão Territorial. A seguir, o Primeiro Vice-Presidente do Comité das Regiões (Vasco Cordeiro) irá debater o papel desta entidade da UE no apoio às políticas de coesão territorial. Depois, a Ministra da Coesão Territorial de Portugal (Ana Abrunhosa) irá centrar o debate sobre os instrumentos e as políticas para um território mais coeso em Portugal. Este debate será complementado com a apresentação de Eduardo Medeiros sobre os desafios da coesão territorial em Portugal e na Europa. Por fim, Elisa Vilares apresenta a Agenda Territorial 2030 para um território mais equilibrado.

Os interessados podem efetuar as inscrições no evento aqui.