União Europeia procura opinião dos cidadãos

Hoje, a Comissão Europeia lançou uma consulta sobre um plano de contingência para garantir o abastecimento e a segurança alimentar na União Europeia. Esta consulta visa angariar opiniões sobre a forma e a natureza do plano.

Todas as entidades envolvidas na cadeia de abastecimento alimentar, assim como produtores, processadores, distribuidores, consumidores, e autoridades nacionais, são convidados a apresentar as suas opiniões durante um período de nove semanas, de 1 de março a 3 de maio de 2021.

Anunciada na estratégia Do Prado ao Prato, a Comissão Europeia pretende intensificar a coordenação da resposta europeia às crises que afetam o sistema alimentar e garantir a segurança alimentar. Para tal, o plano de contingência incluirá um conjunto de procedimentos a seguir em tempos de crise, bem como a criação de um mecanismo de resposta à crise alimentar coordenado pela Comissão Europeia, que irá envolver os Estados-Membros e vários sectores como a agricultura, pesca, transporte e saúde. O mecanismo terá a forma de um fórum permanente para coordenar ações, partilhar boas práticas e avaliar ameaças e riscos.

Em linha com a estratégia Do Prado ao Prato, este plano deve procurar uma maior sustentabilidade ambiental, económica e social para um sistema alimentar europeu forte.

Com o aparecimento da pandemia da Covid-19, o setor agroalimentar europeu enfrentou vários desafios, como mudanças repentinas na procura, encerramento de fronteiras e escassez de trabalhadores. A Comissão Europeia, em colaboração com as autoridades nacionais, ofereceu apoio e soluções.

Ainda assim, esta crise destacou como a segurança alimentar não pode ser tomada como garantida. O plano de contingência visa assegurar uma melhor preparação e coordenação para futuras crises que possam ameaçar a segurança alimentar europeia.