UE adere à Comissão de Pescas do Pacífico Norte

O pedido da União Europeia (UE) para aderir à Comissão de Pescas do Pacífico Norte (CPPN) foi aceite na sua sexta sessão anual, que terminou ontem, dia 25 de fevereiro.

A adesão à CPPN permitirá aos navios da UE pescar no Pacífico Norte. Esta medida vem beneficiar, essencialmente, as embarcações da UE que já têm operações na área da Comissão Regional de Pescas do Pacífico Sul e que vêm assim uma oportunidade para ampliar as suas operações para norte. Entre as espécies que habitam na área da CPPN estão a cavala, a sardinha japonesa e a lula-voadora.

A UE junta-se assim a Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos da América, Japão, Rússia, Taiwan e Vanuatu como membros da CPPN. Como membro, a UE compromete-se a apoiar o trabalho do CPPN para garantir uma pesca sustentável.