Seminário debate Áreas Marítimas Protegidas

Atualmente, a maioria dos ecossistemas marinhos sofreu alterações devido a atividades antrópicas. A necessidade de proteger ou restaurar a biodiversidade marinha e os stocks de peixe tem levado a cada vez mais pedidos para o estabelecimento de Áreas Marítimas Protegidas (AMP). Com o objetivo de proteger pelo menos 30% das águas da União Europeia (UE) até 2030, as AMP são um elemento integrante da Estratégia de Biodiversidade, promovendo uma rede mais ampla de áreas protegidas na UE com medidas específicas de gestão das pescas.

O seminário incluirá uma apresentação sobre como as AMP podem beneficiar a pesca. O programa também inclui a apresentação de um estudo de caso de sucesso da AMP na Torre Guaceto, em Itália. Os investigadores envolvidos vão analisar os resultados.

O evento acontecerá virtualmente a 1 de junho, a partir das 07h15 [hora dos Açores], e vai contar com a participação de representantes da indústria piscatória, ONGs e representantes da Comissão Europeia, Parlamento Europeu, Conselho Europeu e Estados-Membros. O seminário incluirá uma atividade em vídeo, onde os participantes poderão gravar seus depoimentos, compartilhar ideias e fazer perguntas sobre as AMP. O evento também será transmitido ao vivo no Twitter usando a hashtag #EUFishEcon.

As inscrições podem ser efetuadas aqui.