Recolha seletiva de embalagens aumentou 13% em 2020

A recolha seletiva de embalagens aumentou 13% em 2020, em relação ao ano anterior, o que permitiu encaminhar para a reciclagem cerca de 409 mil toneladas destes resíduos, anunciou esta segunda-feira a Sociedade Ponto Verdade (SPV).

No Dia Internacional da Reciclagem, que se assinalou ontem, a SPV salientou que dois terços da população portuguesa “consideram que a reciclagem de resíduos pode ser o maior contributo para um ambiente melhor”.

“Não é, portanto, de estranhar que, em 2020, a recolha seletiva de embalagens em Portugal tenha aumentado 13% face a 2019, com um total de 409 mil toneladas de embalagens encaminhadas para reciclagem”, adiantou a sociedade em comunicado.

No ano em que celebra 25 anos de existência, a SPV avançou também que, ao longo deste quarto de século, já contabilizou mais de nove milhões de toneladas de embalagens que foram enviadas para a reciclagem.

Em termos comparativos, a sociedade exemplifica que num minuto se reciclam embalagens equivalentes a 4.240 telemóveis e que no espaço de um ano são reciclados pacotes de bebidas com o peso de 35 navios.

“Ao celebrarmos 25 anos de atividade, fazemos um balanço muito positivo do caminho que temos desenvolvido em Portugal e do esforço coletivo que os portugueses têm feito no sentido de proteger o ambiente e apostar num futuro mais circular”, referiu Ana Morais, administradora-delegada da organização, citada no comunicado.

A SPV é uma instituição privada sem fins lucrativos que organiza e gere a retoma e valorização de resíduos de embalagens, promovendo a economia circular através da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens, desenvolvendo ainda iniciativas de sensibilização e a educação ambientais.