Projeto FISH4FISH pretende reduzir poluição na UE

Embalagens de qualidade são essenciais para a validade de produtos do mar. Atualmente, a maioria das embalagens é feita de plásticos descartáveis, o que representa uma grande fonte de poluição. A indústria de processamento de alimentos encontra-se à procura de alternativas sustentáveis, e o projeto FISH4FISH, financiado pela União Europeia (UE), é parte da solução.

A indústria de processamento do pescado precisa de melhorar a comercialização e aumentar a durabilidade do produto. Esta indústria produz mais de dez mil toneladas por ano de resíduos que poderão ser aproveitados para fabricar novas embalagens, poupando o ambiente.

O projeto FISH4FISH, financiado pela UE, pretende fechar o ciclo que vai do consumo ao desperdício.

A FISH4FISH alcançou um avanço importante ao desenvolver um novo material baseado em quitina de crustáceos, combinada com resíduos de lignina. Este material combina sustentabilidade, segurança, efeito antioxidante e antimicrobiano, proteção contra raios ultravioleta e propriedades mecânicas aprimoradas, e de fácil biodegradabilidade. É um material viável técnica e economicamente.

O objetivo do projeto é a produção de um tipo de embalagem que, uma vez utilizada, possa ser totalmente processada num sistema de compostagem doméstico e utilizada como fertilizante e conservante para as plantas.

O financiamento da UE no projeto FISH4FISH é uma contribuição “importante” para a economia circular e azul na Europa, visto que tem ajudado a garantir que os recursos renováveis ​​são utilizados de forma sustentável, promovendo tecnologias de base biológica que sejam benéficas para o ambiente.

Os materiais inovadores acrescentam valor à indústria de resíduos piscatórios, ao mesmo tempo que aumentam a competitividade da indústria de processamento. Graças ao prolongamento do tempo de armazenamento e à redução significativa do desperdício de alimentos, também beneficia o setor retalhista de alimentos. O projeto impulsiona o setor de base biológica, introduzindo um material que pode enfrentar um problema ambiental, e contribui ativamente para a redução da poluição no mar.