Plano europeu para o atum albacora chumbado na CAOI

A Comissão do Atum do Oceano Índico (CAOI) analisou formas para reconstruir o stock de atum albacora no Oceano Índico durante uma reunião extraordinária, que ocorreu na semana passada.

A União Europeia (UE) solicitou a realização desta reunião “de forma a adotar medidas específicas relativas à situação da unidade populacional de atum albacora”. O objetivo da UE era a adoção de um plano para o atum albacora que reduzisse as capturas desta espécie, em conformidade com as recomendações do Comité Científico da CAOI.

Ainda assim, os planos europeus acabaram furados, visto que a Comissão da CAOI não conseguiu chegar a um acordo sobre que medidas adotar.

A UE ainda chegou a apresentar três propostas de forma a incluir os pedidos levantados por outros membros da CAOI, salvaguardando o objetivo geral de reduzir as capturas para níveis sustentáveis ​​em conformidade com os pareceres científicos.

A UE vai agora “redobrar os seus esforços para que a CAOI adote um plano para proteger o atum albacora durante a reunião anual em junho”.

Entretanto, a UE afirma que “continuará a respeitar o quadro atual fornecido pela Resolução 19/01 da CAOI e os limites de captura a ela associados, ao mesmo tempo que insta os outros membros da CAOI a fazerem o mesmo”.