Pacto Verde da União Europeia em debate

O Pacto Verde da União Europeia visa “transformar o Velho Continente numa sociedade justa e próspera, com uma economia moderna, competitiva e eficiente em termos de recursos, onde não haja emissões de gases de efeito estufa em 2050 e onde o crescimento económico seja dissociado do uso de recursos”. O desenvolvimento de soluções inovadoras é, portanto, de “enorme importância”.

Neste momento decorrem inúmeros esforços para alcançar um futuro mais sustentável no campo da agricultura, por exemplo, que é fortemente afetada pelas alterações climáticas.

Novas soluções tecnológicas no campo da biotecnologia, por exemplo, têm o potencial de reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa e tornar os recursos agrícolas mais resistentes ao aquecimento global.

Além de uma estrutura “sólida” para a inovação, um sistema inteligente de Propriedade Intelectual é considerado essencial para promover a pesquisa em tecnologias inovadoras. Por outro lado, surgiram iniciativas como a Open Source Seed, que procuram promover a partilha de acesso a recursos genéticos na agricultura.

As partes interessadas discordam sobre qual o modelo mais adequado para providenciar inovação à sociedade. A proteção de patentes e o código aberto são alternativas incompatíveis ou ambas desempenham um papel importante para dar vida à inovação?

A conferência virtual da EURACTIV irá debater, a 17 de dezembro, das 07h30 às 09h00, a melhor forma de usar todo o potencial da agricultura para apresentar soluções inovadoras que ajudarão a alcançar os objetivos do Pacto Verde. E como irá o Plano de Ação de Propriedade Intelectual da Comissão proteger melhor a inovação na agricultura, facilitando ao mesmo tempo uma mudança rápida para uma economia mais verde?

Os registos podem ser efetuados aqui.