Negociações da PAC voltam em junho

A Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia e os negociadores do Parlamento e da Comissão Europeia falharam, após dias de negociações, um acordo sobre a Política Agrícola Comum (PAC), voltando ao tema em junho.

A informação foi esta sexta-feira avançada pelo Conselho Europeu e, entretanto, confirmada pelo Comissário Europeu da Agricultura através da rede social Twitter:

“Estivemos perto de chegar a um acordo esta semana. No entanto, espero que consigamos alcançar um compromisso ainda durante Presidência Portuguesa da UE“, escreveu, Janusz Wojciechowski.

Após três dias de negociações, o Conselho Europeu anunciou não ter sido possível chegar a um acordo em questões consideradas cruciais e que os negociadores voltam a encontrar-se em junho.

A proposta da PAC é composta por três regulamentos: dos regulamentos dos planos estratégicos, da governação horizontal — financiamento, gestão e acompanhamento da PAC — e da organização comum do mercado de produtos agrícolas.

A nova PAC deverá começar a ser aplicada em 1 de janeiro de 2023, já com o plano estratégico de cada Estado-membro aprovado, vigorando até lá um regime transitório.