INE lança nova série do Inquérito ao Emprego

Este ano, tal como noutros países da União Europeia, o Instituto Nacional de Estatística (INE) iniciou uma nova série de dados do Inquérito ao Emprego (IE), que inclui, entre outras alterações, a de deixar de considerar como empregadas as pessoas ocupadas em atividades de agricultura e pesca para autoconsumo.

Em 2020, este grupo populacional abrangia cerca de 130 mil pessoas (90,9 mil, no grupo etário dos 15 aos 74 anos). Procurando dar resposta a solicitações de vários utilizadores sobre o impacto desta alteração nos principais indicadores do IE divulgados mensalmente, o INE fez um exercício de simulação, para as estimativas que contêm meses da série de dados anterior, de fevereiro de 2011 a janeiro de 2021, que consistiu em passar as pessoas naquela situação para a inatividade.

Embora o impacto no nível da população empregada (e da população inativa) seja significativo, ainda que decrescente desde 2011, as dinâmicas temporais deste indicador, bem como da taxa de desemprego e da taxa de subutilização do trabalho não são muito diferentes das já conhecidas.

Os documentos podem ser consultados aqui.