Exportações agroalimentares cresceram em 2020

As exportações do setor agroalimentar cresceram 2,5% no ano passado, em relação a 2019, revelam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em comunicado, o Ministério da Agricultura refere ainda que “se analisarmos apenas a agricultura, o crescimento é ainda maior”, na ordem dos 5,5%.

Já as exportações de frutas, legumes, plantas ornamentais e flores aumentaram 4,4%, com base nos dados do INE.

Quando analisados os dados, no geral, por tipo de produto, são os “Animais Vivos” que mais cresceram, com 20,9%.  As “carnes, miudezas, comestíveis” são os seguintes com 15,7%.  Por sua vez, as “plantas vivas e produtos de floricultura” cresceram 8,8%. Já as “frutas: cascas de citrinos e melões” tiveram um crescimento de 6,3% e, ainda, os “vinhos e mostos” aumentaram 3,2%.

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, considera que estes dados “evidenciam a resiliência e a capacidade de trabalho dos agricultores portugueses e de todo setor agroalimentar”.

A titular da pasta da Agricultura sublinha ainda que “a Política Agrícola Comum contribui para a resiliência e uma maior capacidade de resposta do setor agrícola às crises, como a que atravessamos, através de medidas específicas, como as que temos vindo a adotar e que permitem não só responder, mas também promover a recuperação dos setores mais fragilizados”.