Economia Azul em destaque no novo episódio de “Ocean”

O petróleo – apelidado de “Ouro Negro” – está, cada vez mais, a perder o seu brilho à medida que países e empresas começam a rejeitá-lo por preocupações ambientais, e uma das alternativas que parecem ter encontrado é a aposta na economia azul.

No final do ano passado, a Comissão Europeia anunciou os seus planos para transformar energias renováveis como a eólica, ondas e marés numa das principais fontes de energia da União Europeia (UE), destronando definitivamente o setor dos combustíveis fósseis.

Neste episódio da série Ocean, o foco vai para projetos apoiados pela UE que ajudem a resolver o problema da poluição marinha por plástico, causada por equipamentos de pesca e aquicultura abandonados. Todos os anos, cerca de 640 mil toneladas de equipamentos de pesca são perdidos ou abandonados nos oceanos e mares, acabando por lá permanecer durante centenas de anos, capturando e matando a vida marinha e poluindo o ambiente subaquático. Além disso, o crescente setor de aquicultura offshore depende de cordas feitas de plástico 100% à base de petróleo e não biodegradável, que também ameaçam os ecossistemas marinhos.

Em Espanha, a aposta na economia azul está a revelar-se parte da solução para este problema onde investigadores, pescadores e produtores de aquicultura trabalham juntos para encontrar formas de reduzir a ameaça que representa o plástico. O projeto BIOGEARS está a desenvolver cordas biodegradáveis para uso na cultura de mexilhões e algas marinhas, enquanto o projeto OCEANETS desenvolve ferramentas para prevenir a perda de redes de pesca no mar.

Este e outros episódios podem ser consultados aqui.