Cientistas descobrem floresta de corais negros nos Açores

Um grupo de cientistas que embarcaram numa campanha de investigação científica que decorreu durante duas semanas no mar dos Açores, descobriram uma floresta de corais negros no fundo do oceano, idêntica à floresta de sequóias existente nos Estados Unidos.

A expedição científica decorreu entre 18 de maio e 2 de junho, ao longo da Dorsal Médio-Atlântica, na região dos Açores, e incluiu levantamentos batimétricos, captação de imagens com a missão de cartografar os fundos marinhos, identificar novas áreas que se enquadrem na definição de ecossistemas marinhos vulneráveis e determinar o seu estado ambiental.

A expedição oceanográfica, denominada “Eurofleets+ IMAR: Avaliação integrada da distribuição dos Ecossistemas Marinhos Vulneráveis ao longo da Dorsal Médio-Atlântica na região dos Açores”, conclui que esta zona do arquipélago “poderá suportar mais vida e diversidade” do que estudos anteriores apontavam.