CESE publica relatório sobre a PAC

O Conselho Económico e Social Europeu (CESE) acaba de publicar um relatório onde analisa os contributos da Política Agrícola Comum (PAC) para o desenvolvimento territorial equilibrado das áreas rurais. A avaliação conclui que, apesar dos vários benefícios da PAC, a política se mostra insuficiente em várias áreas, defendendo a necessidade de uma maior ligação com outras políticas.

A publicação, resultado de uma consulta a organizações da sociedade civil e autoridades públicas de cinco países (França, Hungria, Irlanda, Itália e Espanha), e que levou em conta pareceres anteriores, mostra que a PAC apresenta bons resultados em vários aspetos, no combate ao despovoamento, na diversificação da economia das áreas rurais ou na criação de novos mecanismo de governança, mas que a mesma apresenta insuficiências no que toca à resposta a novos desafios económicos, ambientais e sociais que estes territórios enfrentam.

O CESE defende a adoção de uma visão holística para o desenvolvimento rural e uma maior ligação e coerência da PAC com outras políticas, objetivos e metas, de forma a que a política seja capaz de responder aos novos desafios, de uma forma adaptada às novas realidades introduzidas pela pandemia (digitalização, teletrabalho, novas tecnologias e novas soluções).

Na publicação é ainda salientado o potencial da abordagem LEADER/DLBC, mas é referida a necessidade de um reforço dos recursos disponíveis e do seu melhor aproveitamento, com o CESE a considerar fundamental o envolvimento das organizações da sociedade civil para a adequada implementação das políticas e a concretização dos objetivos das comunidades rurais.

Consulte o relatório em anexo.