Acordo comercial entre UE e China entra em vigor

Entrou ontem em vigor o acordo bilateral entre a União Europeia (UE) e a China que vai proteger cerca de 200 produtos agroalimentares europeus e chineses contra a falsificação. Entre os produtos protegidos por este acordo encontra-se o português, Vinho do Porto. Nos próximos quatro anos, o acordo prevê uma expansão de forma a englobar mais 350 nomes europeus e chineses.

A UE considera que o mercado chinês revela um grande potencial de crescimento para os alimentos e bebidas europeias. No ano passado, a China foi o terceiro maior destino dos produtos agroalimentares europeus. O gigante asiático é também o segundo destino das exportações europeias de produtos com indicação geográfica e os consumidores chineses apreciam a segurança, a qualidade e a autenticidade dos produtos agroalimentares europeus.

A China e a UE vão agora trabalhar em conjunto noutros projetos de cooperação e promoção para garantir a boa implementação do acordo nos seus mercados internos, ao mesmo tempo que apostam na promoção dos seus produtos.

Com mais de três mil indicações geográficas registadas, a política de qualidade da UE visa proteger os nomes de produtos específicos de forma a promover as suas características únicas ligadas à sua origem geográfica.